Band apresenta projetos no Congresso da NSTA

O Band compareceu mais uma vez ao Congresso da NSTA (National Science Teachers Association), desta vez em Los Angeles (EUA), para apresentar três projetos. Desde o ano de 2000 o Colégio participa do relevante evento. Este ano estiveram presentes os coordenadores Cristiana Assumpção e José Ricardo Almeida, além dos professores Franco Ramunno e Tiago Eugênio.

Professores Franco Ramunno, Cristiana Assumpção, Ricardo Almeida e Tiago Eugênio

Professores Franco Ramunno, Cristiana Assumpção, Ricardo Almeida e Tiago Eugênio

Um dos destaques levados ao evento foi o STEAM (Science Technology, Engineering, Arts and Maths). Na apresentação, os professores mostraram na prática como funciona o projeto e como os alunos podem construir conhecimento de forma prática e autoral.

nsta4

De acordo com a coordenadora do STEAM, Cristiana Assumpção, os espectadores ficaram surpresos com o fato de que o STEAM é desenvolvido dentro da grade curricular de uma importante escola no Brasil. “Fomos pelo caminho mais difícil, mas podemos mudar a educação no país”, disse Cristiana em função da complexidade para se implantar projetos inovadores em currículos tradicionais.

Marina Schor apresentando o projeto Beinprosone

aluna de 2015, Marina Schor, apresentando o projeto Beinprosone

Os outros projetos apresentados foram o Beinprosone e uma oficina de fabricação de um foguete. O primeiro, idealizado pela aluna Marina Schor, formada em 2015 e atual estudante de  biologia animal aplicada na universidade da Columbia britânica, é uma jornada criativa para busca de soluções para problemas cotidianos. Já o foguete foi trazido para o Band pelo aluno que atualmente cursa o ITA, Dimitri Assumpção Scripnic, para que os estudantes o ajudassem numa competição. Durante o Congresso, os público pôde participar de uma oficina básica do funcionamento do foguete, com a utilização de técnicas simples e materiais baratos.

Compartilhe: